Simões Filho

Empresa do setor plástico vai abrir fábrica em Simões Filho e gerar 750 empregos

O município de Simões Filho vai ganhar uma nova empresa, garantindo novas oportunidades de trabalho para a região. A Bomix, companhia atuante no setor de embalagens plásticas, promete gerar cerca de 750 empregos diretos a partir do ano que vem. O investimento total está estimado em R$ 60 milhões.

Foto: Divulgação

A Bomix deve ser instalada totalmente em Simões Filho no segundo semestre de 2018. A empresa ficará no Centro Industrial de Aratu (CIA) e terá a capacidade de produção de 18 mil toneladas de baldes, com tamanhos variando de 3,2 a 22 litros.

Segundo Alexandre Rosário, representante da empresa, a Bomix tem atuação em todo o Brasil, exportando para Bolívia, Uruguai, Paraguai e Angola. Para o empresário, a localização da nova fábrica é bastante estratégica para atender a todo o Brasil. Além disso, será uma oportunidade para movimentar a economia local.

“É um investimento arrojado, principalmente pela crise que o Brasil se encontra. Acreditamos nessa nova fábrica, em expandir nossa produção. Espero que em meados do próximo ano, a fábrica esteja instalada em Simões Filho, dando empregos à população e produzir mais”, disse Alexandre à rádio Sucesso FM.

Empregos

A nova fábrica já está em construção. Segundo Alexandre, os primeiros empregos devem ser gerados em março ou abril do próximo ano.

Já a seleção dos empregados vai priorizar quem vive em Simões Filho. Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Djalma Machado, a escolha dos funcionários deverá ser feita a partir do final de 2017. “Sentamos com a Bomix e o pessoal de RH deles. Vamos começar no final do ano o processo inicial. O processo será junto ao Sine, e vamos priorizar os jovens da escola técnica do IFBA”, revelou.

Importância para a economia

A vinda da Bomix foi comemorada pelas autoridades de Simões Filho. Além da geração de empregos, o município espera aumentar a arrecadação, o que garante a manutenção dos serviços oferecidos pela prefeitura. Além disso, a instalação da empresa significa a revitalização da parte industrial da cidade.

“Só em outubro vamos apresentar R$ 600 milhões em novos investimentos que estão em execução ou em obras. Essa parceria com o poder público, as empresas do Cia, a associação comercial é importante para a geração de empregos que Simões Filho tanto precisa”, destacou Djalma Machado.

Prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino, disse que é preciso “acreditar no potencial” do município. Para o gestor, a importância da vinda da empresa vai impactar não só nos empregos direitos, mas também nos indiretos, formando uma cadeia produtiva a partir da nova fábrica.

Diógenes Tolentino, prefeito de Simões Filho (Foto: Divulgação)

“Tudo isso vai traduzir em melhor condições de vida. Nós aumentaremos nossa arrecadação, nós aumentaremos a oferta de empregos e assim estamos estruturando o município para ser uma grande cidade como ela. Transformar Simões Filho em referência em indústria em nosso estado, em nosso país e fora dele. Estamos fazendo nosso município ser visto também em Portugal”, destacou o prefeito.

Dinha também estimou o impacto da vinda da empresa na economia de Simões Filho. “Apenas duas empresas que apresentamos nos últimos oito dias já são quase R$ 300 milhões de investimentos em nosso município. Isso terá um impacto muito grande na economia. E teremos condições de fazer uma administração que consiga atender os anseios de nosso povo.”

Veja os Comentários

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo