Simões Filho

Restaurante dribla a crise e oferece almoço a R$ 5 em Simões Filho

Para driblar a crise financeira, muitos comerciantes estão arrumando um jeito de conquistar clientela. Um deles é o prato popular no valor de R$ 5 vendido em um dos restaurantes do município de Simões Filho.

A reportagem conversou com Elaine Pereira Reis, dona do estabelecimento. Há 20 anos no ramo do comércio, ela conta que é necessária ter uma visão empreendedora para se sobressair no mercado. “Se você não atender o que o cliente quer, infelizmente não sobrevive”, contou.

Eliane já comercializou frutas e verduras na Central de Abastecimento de Salvador (Ceasa), mas percebeu que estava tendo desgaste. Foi quando surgiu a ideia de trabalhar com alimentação.

“Foi quando procurei o local aqui no Centro de Abastecimento de Simões Filho localizado em cima do Depósito de Bebida Oliveira. Mesmo sabendo que teria várias concorrências, aluguei o local com o preço de almoço a R$ 10. Com esse valor, percebi que não estava tendo resultado e abaixei para R$ 8. Mas isso não foi o suficiente para garantir a clientela e resolvi ter uma visão para todos e abaixei para R$ 5”, disse.

Há quatro meses no local, Elaine disse que é difícil se manter no mercado. “Mas, graças a Deus, estamos superando essa crise e vendo nosso comércio crescer”, afirmou.

Segundo a comerciante, o que faz sucesso no restaurante é o prato conhecido como “mistão”, além também do prato surpresa.

Satisfação garantida

O mototaxista e frequentador do local Ismael Júnior elogiou o restaurante. “Gosto do tratamento que é oferecido aqui. É um valor que abraça a todos que, muitas das vezes, não têm o dinheiro adequado para almoçar em um outro restaurante. Venho todos os dias e gosto da comida oferecida”, disse.

Já o outro cliente e morador de Paripe, em Salvador, disse que conheceu o restaurante através de uma amiga. “Gosto sempre de vir aqui. É um local simples, mas nos oferece um bom atendimento”, elogiou.

Veja os Comentários

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo